21 Mar 2006

Quem me dera que fosse como dantes.

Quando ouvia o mesmo disco vezes e vezes sem conta, durante dias e dias, meses e meses...
Ainda os guardo.

2 comentários:

Capuchinho Vermelho said...

... e quando parecia impossível vivermos um dia que fosse sem esse disco, quando sabíamos de cor (e ainda sabemos) cada palavra, cada nota de guitarra, cada batida, cada silêncio. Também tenho saudades.

André said...

god bless soulseek!!!!!!!!!!