8 Jun 2005

Vamos vestir os bancos dos carros

Na Visão da semana passada, achei piada a uma peça do Ricardo Araújo Pereira, o cromo dos cromos do Gato Fedorento (ok, devo confessar que não tenho paciência para gatos mal cheirosos), sobre o maior fenómeno automobilístico da actualidade. Desde que saiu o novo código da estrada, muita gente se apressou a ir às lojas dos chineses comprar coletes reflectores, obviamente "amolgados" pela Direcção Geral de Viação. Mas o português médio não achou piada a comprá-lo apenas, e então decidiu vestir o banco do condutor com o dito colete. E de repente virou moda, toda a gente usa aquela coisa amarela-esverdeada no banco! Há modas nos carros que aparecem, sabe-se lá de onde. No princípo dos anos 90 (do século passado, claro está), toda a gente usava um autocolante com uma boneca chamada Penelope, que, se bem me recordo, era o logo de uma discoteca que havia (e talvez ainda esteja aberta) em Espanha. Há uns dois ou três anos, começaram-se a usar os cd's pendurados no retrovisor. Há por aí uma certa elite que ainda acredita que a monarquia um dia vai voltar e por isso ostenta o brasão monárquico na traseira do veículo. Ok, quem me conhece esteja calado, por favor. :P

2 comentários:

André Barbosa said...

Essa do 'tócolante da monarquia não é moda :P Mas essa boneca Penelope é do melhor...gosto especialmente daquela preta com o fundo em branco que já não é branco nenhum! Mas é como eu digo: este nosso País tem com cada uma...só visto!

Tiago Bueso said...

E pior ainda é q kem te conhece melhor (como eu), sabe q tu de monárquico só tens mesmo o "tócolante" :)) Qdo os nossos condutores tiverem de despir os bancos para tirar os coletes, aquilo já não reflecte nada!!! Já é mais colete seboso do q reflector! Tal é o suor q vai absorvendo das costas do dono :))