10 May 2005

A praia, a praia....



Às vezes sonhamos com férias, com sítios imaginários, à procura de um raio de sol que nos dê energia para continuarmos a fazer as coisas que mais nos custa, como por exemplo trabalhar. Serão os dias de trabalho um caminho para as férias, ou as férias um rasgo de calma que antecipam os dias de trabalho que se aproximam?
No dia 8 de Maio tive o meu primeiro dia de praia do ano. Na Praia das Maçãs, onde passava grande parte das férias quando era mais puto. Estou a tentar meter na consciência que provavelmente este ano não vou ter as tão desejadas férias grandes a que todos os estudantes têm direito. Perdi esse direito. Acho que isso me torna mais adulto. Será?
Tantas foram as vezes que depois das aulas ainda ia à praia. Eram momentos mágicos que ora davam energia para o dia seguinte ou então me puxavam para o ambiente de férias de uma forma surpreendente e que não me deixava pensar em mais nada.
É um cliché, mas garanto-vos que não era capaz de morar longe da praia. Aliás, o objectivo é talvez morar ainda mais perto, 14 km ainda é qualquer coisa. Parece ridículo ouvirmos da boca das pessoas "não era capaz de ficar longe do mar", mas é um facto que o mar vicia, por tudo o que está à volta, os amigos, os tempos bem passados sem fazer nada. Estudar na praia? Era apenas uma desculpa para lá estar, os apontamentos ficavam sempre cheios de areia. Havia sempre uma folha que era lida, a primeira, apenas por descargo de consciência.
E no fim de contas isto é apenas um grito de revolta de alguém que está fechado num escritório, cheio de inveja de todos os que podem estar na praia! Enjoy! :D

3 comentários:

Capuchinho Vermelho said...

Nunca morei tão perto da praia como tu, mas passei óptimas tardes de infância na Praia das Maçãs (bom, algumas delas foram na piscina). E na Praia Grande. Ok, nem sempre estava bom tempo e para tomar banho não são grande coisa. Mas quando, de vez em quando, se apanhava um dia bom, era mesmo muito bom. Certo?

JM said...

É, a Praia das Maçãs tem qualquer coisa de alternativo. A Praia Grande a mim já enjooa. Acho que vou mudar de praia este ano!

Tiago Bueso said...

Praia das Maçãs é muito mau mesmo, pá...Ao menos muda para a Adraga. Essa sim tem muito de mítico e selvagem. Mas, ker se keira ker nao, a Praia Grande será sempre a praia da nossa juventude. Aquela que dep de velhos vamos sempre recordar com um carinho MUITO especial.